quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Polícia caça bandido que ataca mulheres nas ruas da Aldeota

Um bandido que trafega em uma motocicleta e invade as calçadas para atacar suas vítimas está sendo procurado pela Polícia. Nos últimos dias ele agiu numa mesma rua em bairro nobre da Capital, a Aldeota. Imagens colhidas por câmeras de um condomínio mostram a ação violenta do assaltante.

Segundo informações de moradores e comerciantes estabelecidos na Rua Leonardo Mota, o assaltante age sempre contra mulheres que caminham pelas calçadas. Ele invade o passeio com a motocicleta e, e de forma rápida e sorrateira, puxa a bolsa da vítima, fugindo em alta velocidade.

Foi assim que ele agiu em dois dias seguidos. Na segunda-feira passada (28), a vítima foi atacada por volta de 17:21. As imagens mostram quando o assaltante surpreende uma mulher que seguia pela calçada. O impacto do ataque é tão forte que a vítima cai na calçada sofrendo graves ferimentos.

No dia seguinte, na terça (29) o criminoso agiu mais cedo, embora da mesma forma. Era por volta de 15h13, quando outra mulher acaba sendo atacada de costas, quando seguia pela rua. A cena se repete. A vítima tem sua bolsa arrebatada e cai violentamente na calçada. Neste segundo caso, os ferimentos foram mais graves, já que na queda, um óculos atingiu a pálpebra da mulher, que teve que ser levada imediatamente para um hospital.

O criminoso está sendo procurado por policiais do 8º BPM. Se você tem informações sobre ele, denuncie através do 190 ou do 181.


FONTE: BLOG DO FERNANDO RIBEIRO

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Ceará: PMs eram monitorados por drone

Um drone utilizado por traficantes para monitorar a atividade policial no bairro da Sapiranga, em Fortaleza, foi apreendido na tarde de ontem. O equipamento era utilizado quando havia aproximação da Polícia, conforme o subcomandante de Policiamento da Capital, tenente-coronel Ricardo Moura.

De acordo com o oficial, a Polícia fazia campana quando percebeu a presença do drone. “Conseguimos localizar uma mulher em um terreno que era um lava-jato abandonado”, disse. Ela é a suspeita de controlar o drone.
Conforme o coronel, a mulher é companheira de um detento da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba. O nome do preso não foi revelado, mas a Polícia acredita que a mulher faça serviços para o companheiro. Da unidade houve tentativa de fuga no último dia 8. Na ação, Antônio Jussivan Alves dos Santos, o Alemão, e Antônio Carlito Avelino, conhecido como Boi, foram baleados.
Segundo o subcomandante Ricardo Moura, em depoimento a mulher disse que comprou o drone por R$ 3 mil, em Maranguape. Ela foi conduzida à delegacia da área para prestar esclarecimentos, mas, até o fechamento desta matéria, não havia informação se ela foi presa em flagrante.
O valor do equipamento varia e alguns chegam a R$ 9 mil. Os aparelhos também são usados por forças de segurança. (Jéssika Sisnando)
FONTE: O POVO

Segurança é assassinado durante show de Wesley Safadão em São Luis




Segurança de show de Wesley Safadão é morto a tiros em São Luís
O show ‘Garota White’ de Wesley Safadão, em São Luís, registrou a morte de um dos seguranças do evento. Nilo Vitório Saraiva Pontes, de 36 anos*, trabalhava como segurança no evento que foi realizado na madrugada deste domingo (27), no Hotel Pestana, bairro Calhau, em São Luís, quando foi morto por disparos de arma de fogo. O autor do homicídio, segundo a polícia, é Lucelmo Farias Gomes, de 31 anos, que já tinha três mandados de prisão pelo mesmo tipo de crime. Após ser apresentado na delegacia, ele foi encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

As investigações são conduzidas pela Superintendência de Homicídio e Proteção à Pessoa (SHPP) e de acordo com o delegado de plantão Leonardo Carvalho, o motivo do homicídio foi por conta de uma mulher identificada como Eliene Pereira Sousa, de 34 anos, ter sido expulsa do ambiente por ser suspeita de furtar pessoas no show.

Uma das vítimas foi quem a segurou até a chegada da segurança do evento. Quando Nilo Pontes chegou, conduziu a suspeita de furto para fora da festa. Momento em que ele foi surpreendido pelos tiros.

“Sobre os furtos, não podemos confirmar, pois a vítima não compareceu à delegacia e não encontramos objetos do furto. Mas em decorrência do segurança ter levado essa mulher para fora do show, o companheiro dela, que estava armado com um revólver calibre 38, ao ver o segurança segurando-a, ele pegou a arma e efetuou os disparos”, disse o delegado.

Depois disso, Lucelmo tentou fugir em um táxi. A Polícia Militar agiu rapidamente e conseguiu localizar o veículo. Na abordagem, os policiais encontraram Lucelmo na companhia de duas mulheres. Além de Eliene Pereira Sousa, que foi expulsa do evento e deu causa ao homicídio, estava no carro também Ana Patrícia Silva de Sousa, de 29 anos, que tinha mandado de prisão por conta de furtos em outra ocasião. Ele deveria estar sendo monitorada por tornozeleira eletrônica, mas retirou a ferramenta por conta própria. Sobre Eliene, a polícia confirma que ela já foi detida outras vezes por furto.

Na delegacia, Lucelmo apresentou identidade falsa, mas a manobra foi descoberta pelos policiais. A arma do crime foi encontrada debaixo do tapete do táxi com duas, das seis balas, deflagradas.

Em nota, os produtores do evento disseram que “se solidarizam com familiares, amigos e colegas da vítima e registram porfunda indignação pela banalização da violência… que põe fim à vida de um pai de família honrado e trabalhador”.
Via Maranhão News

sábado, 26 de agosto de 2017

Braço direito de Fernandinho Beira Mar é preso em São Paulo



Marcos José Monteiro Carneiro, conhecido como Periquito, foi preso nesta sexta-feira, 25, no Estado de São Paulo após uma ação conjunta das polícias civis fluminense e paulista. O homem de 54 anos é apontado como fornecedor de armas e drogas para o Comando Vermelho, além de atuar na Favela da Beira-Mar, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, a mando de Fernandinho Beira-Mar, atualmente preso no sistema federal.
Contra Periquito, a polícia informou que há um mandado de prisão por crime de corrupção e quatro mandados expedidos por varas federais criminais por condenações de crimes de tráfico de drogas e associação criminosa. As condenações em primeira instância somam 41 anos de prisão. Ele era considerado foragido desde 2011, quando, em regime semiaberto, deixou o Instituto Penal Edgard Costa, em Niterói, e não retornou.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Salva pela PM do DF: Jovem de 15 anos é torturada e quase esquartejada em Brasiléia


Se existe milagre, se pode dizer que um aconteceu na tarde desta quinta-feira, dia 24, na cidade de Brasiléia, precisamente no Bairro 28 de Maio, localizado na zona periférica da cidade, onde grupos de facções criminosas vem disputando o espaço colocando a vida de muitos em risco.

A cerca de 24 horas, uma menor de 15 anos foi abordada por dois indivíduos numa moto após sair da casa de uma amiga, onde teria sido questionada dizendo que faria parte da facção rival. Mesmo a jovem negando, foi amarrada, amordaçada e levada para um local escondido.

Durante toda noite, a jovem passou por sessões de tortura física e psicológica. Em entrevista, disse que foi queimada com uma faca nas costas, riscaram o nome do Bonde dos 13 numa de suas pernas, levou golpes de coronhada na cabeça até desmaiar, socos no rosto e diziam que ia ser morta a qualquer momento.

Já pela parte da manhã desta quinta, foi levada para um local onde seria executada a tiros e teria o corpo enterrado numa cova rasa. O plano incluiria outras três jovens que também seriam capturadas, torturadas e executadas por suspeitas de estarem envolvidas com a facção Comando Vermelho.

O crime só não ocorreu, devido o não contato via celular com o ‘comando’ que está no presídio na Capital, e daria a ordem final. Graças ao trabalho da Polícia Militar que deteve um dos integrantes antes, conseguiram descobrir o plano e chegar antes da execução.

Um menor que estava no local e foi detido, disse que iria fazer o serviço, matando a jovem com tiros e possivelmente depois teria o corpo esquartejado. Um rifle que seria usado e as facas que ‘riscaram’ a menor, foram localizados após busca no Bairro.

Outros envolvidos que já foram identificados, conseguiram fugir ao saber da chegada da Polícia Militar no Bairro. A menor foi levada para o hospital da cidade, onde realizaram o exame de corpo delito e teve seu depoimento feito ao delegado plantonista.

Os trabalhos de tentativa de capturar os outros envolvidos está em aberto e podem ser conduzidos para a delegacia qualquer momento.

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Policiais Militares salvam adolescente da morte em Fortaleza


Parabéns à toda equipe que estava de serviço. 

Menor passou por uma comunidade para ver o incêndio em um galpão e não foi reconhecido pelos suspeitos, que o amarraram.

O adolescente de 17 anos já estava com os pés e mãos amarradas, quando a Polícia Militar chegou ao terreno, no bairro Presidente Kennedy, em Fortaleza. O menor, morador do bairro Quintino Cunha, passou por uma comunidade para ver um incêndio em um galpão, nesta quinta-feira (24) e não foi reconhecido pelos criminosos que residem na área.

A vítima foi arrastada para um matagal e amarrada pelos suspeitos. A Polícia Militar foi acionada, através de denúncia anônima e os agentes de segurança encontraram o menor, em um terreno próximo à Lagoa do Urubu, no Presidente Kennedy. Os suspeitos amarraram o adolescente e o espancaram diversas vezes, antes da chegada dos policiais.

Uma busca pelos suspeitos foi iniciada. Marcos Giovanni Queiroz Ribeiro, conhecido como "Negão" (29), foi encontrado horas depois, em sua residência. No local, os policiais encontraram um celular com fotos da vítima no local onde as torturas aconteceram. Ainda foram apreendidas uma máscara, um simulacro de escopeta e um colete balístico.

O acusado respondia por crimes como lesão corporal e furto. Agora deverá responder por tentativa de homicídio e organização criminosa.

domingo, 20 de agosto de 2017

Taxa de homicídios e suicídios na PM do Rio de Janeiro é algo impressionante


Chegamos à metade do mês de agosto e o ano de 2017 já registrou 225 policiais baleados – sendo que 95 não resistiram. Do total, 214 eram PMs, 9 eram PCs e 3 eram agentes da PRF (um deles baleado em 2016). Destes, 112 estavam de serviço, 30 estavam de folga, 23 eram reformados e 1 era aposentado. Deles, 54 foram atingidos em comunidades pacificadas.

Chefe do comando vermelho de Santa Catarina é preso em Fortaleza



Uma operação conjunta do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) e agentes da Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), resultou na prisão, em Fortaleza, de um bandido foragido da Justiça de Santa Catarina e apontado como um dos principais membros da facção criminosa Comando Vermelho (CV), do Rio de Janeiro.

A prisão do catarinense Leandro Madalena Schlosser, 27 anos, aconteceu durante a madrugada desta sexta-feira (18), quando a Polícia Militar localizou o endereço onde o criminoso estava morando em Fortaleza, um apartamento de luxo localizado no bairro Cambeba, em Messejana.

O condomínio, localizado na esquina da Avenida José Américo com Rua Araújo Torreão passou a ser vigiado pelos agentes da Coin e pelas equipes do BpChoque, que ficaram à distância. No momento em que Schlosser chegava na residência, foi abordado pelas equipes policiais e não reagiu.

Em seguida, os policiais revistaram o apartamento dele, mas não encontraram armas nem drogas. Contudo, no seu telefone celular havia diálogos, através do aplicativo WhatsApp, em que ele conversava com membros da facção já explicando que estava formando uma quadrilha para atuar em Fortaleza.

Armas

Caçado pelas Polícias de Santa Catarina e de outros estados, o bandido se estabeleceu recentemente em Fortaleza. Fixou residência no Cambeba e estaria comandando crimes. “Tínhamos a informação de que ele estaria com armas pesadas, como fuzis e metralhadoras. Elas não foram encontradas, mas as investigações vão continuar na Polícia Civil”, contou um oficial que participou da operação.

O bandido foi encaminhado, inicialmente, para o plantão do 13º DP (Cidade dos Funcionários). Passou por exame de corpo de delito na Perícia Forense do Ceará (Pefoce), ainda na madrugada de hoje, e, agora há pouco, foi transferido sob forte escolta do BPChoque para a sede da Delegacia de Combate às Ações do Crime Organizado (Draco), no Complexo das Delegacias Especializadas (Code), no bairro de Fátima. Ainda hoje, sua prisão será comunicada às autoridades de Santa Catarina. Fonte cearanews7

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Policial Carioca se despede de colegas de corporação após ser aprovado em um novo concurso




Hoje pela última vez vesti a camisa da polícia civil. Sou inspetor de polícia do concurso de 2001. Do primeiro ao úlPolicial timo dia procurei servir a população com honestidade e dedicação.
Amo a PCERJ e sempre vou amar. Tenho um orgulho enorme de ter feito parte dessa família. Na verdade acho que sempre farei parte e defenderei meus colegas como irmãos, independente do cargo.

Para mim é muito triste ter que sair. O colega do DFAE é testemunha das minhas lágrimas ao entregar arma e distintivo. Nunca teria a abandonado se houvesse possibilidade de crescimento hierárquico por meritocracia no exercício da função, trabalhando em prol da população. Ou seja, se houvesse carreira única, com concurso único de ingresso, para um cargo único em que todos os policiais fossem tratados de forma igual.

Graças a Deus existe, ao menos, uma única opção de polícia brasileira nos moldes internacionais que é a PRF e lá encontrei o meu novo caminho.

Aos colegas que ficam, lhes desejo boa sorte e contem comigo na luta por mudanças, modernização, dignidade, meritocracia e igualdade. Polícia com policial satisfeito serve melhor ao povo.
https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=806833922827117&id=218469134996935



quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Proposta de criação da polícia penal bem próxima de ir à votação

Está bem próximo de o Senado Federal colocar em votação no plenário a proposta de criação da Polícia Penal, que terá corporações federal, estaduais e distritais. O objetivo é fortalecer a categoria dos agentes penitenciários e, assim, liberar a Polícia Militar da tarefa de guarnecer unidades do Sistema Penal em todo o País.

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Traficantes colocam fuzil em estátua de Michael Jackson no Rio



A homenagem ao ‘Rei do Pop’ está no alto do morro, na laje onde o cantor gravou parte de um clipe em 1996; polícia afirma que já identificou suspeitos

Inaugurada em 2010, a estátua de bronze do cantor Michael Jackson (1958-2009) instalada no Morro Dona Marta, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro, recebeu um adorno pouco convencional: um fuzil, colocado pendurado em seu pescoço por traficantes da favela.
estátua está fixada no alto do morro, na laje onde Michael gravou parte do clipe de They Don’t Care About Us, em 1996. O local é um ponto turístico, procurado por visitantes brasileiros e estrangeiros depois que a comunidade recebeu a primeira das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) da capital, em 2008. A escultura foi inaugurada um ano depois que o “Rei do Pop” morreu.

A Polícia Militar identificou suspeitos de terem colocado o fuzil na obra, mas não quando isso foi feito. O Setor de Inteligência da UPP informou que alguns deles estão com mandado de prisão em aberto e que está sendo realizada uma ação para prendê-los. Os criminosos, segundo a PM, fazem parte da quadrilha de Marco Polo Lopes Lima dos Santos, o Mãozinha, que estava foragido e foi preso em 28 de julho.

“Cabe ressaltar que a foto possivelmente foi tirada no início da manhã, horário onde há maior movimento nas vielas, para evitar confronto com policiais da UPP”, informou a PM, em nota. Desde que foi aberta, a UPP Dona Marta sempre foi considerada uma unidade modelo do sistema de aproximação da polícia e da população e de retirada de traficantes armados das ruas das comunidades. Mas a situação mudou, e os tiroteios e mortes voltaram.

FONTE:VEJA

domingo, 13 de agosto de 2017

Sargento da PM é assassinado em Fortaleza


PM, lotado em Baturité, tinha um filho de um ano.

Hebert Hélio Ferreira Lima, terceiro sargento da Polícia Militar do Ceará, foi morto a tiros neste sábado (12), na avenida Bernardo Manoel, no bairro Itapery, em Fortaleza. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da PM, na manhã deste domingo (13).

De acordo com informações, Hebert, de 38 anos, era lotado no batalhão de Baturité e tirava serviço em Itapiúna, município vizinho. Ele tinha um filho de um ano e estava em Fortaleza para visitar familiares.

Ainda segundo relatos, o sargento teria presenciado um assalto na região e, com isso, teria tentado intervir, mas acabou atingido por três disparos de arma de fogo. Hebert não resistiu aos ferimentos e morreu. Os criminosos roubaram a arma do PM.

A Polícia informou que dois homens em uma motocicleta foram os responsáveis pelo assalto e, consequentemente, pela morte do militar. Vários policiais iniciaram as buscas aos criminosos, com buscas pela região. A dupla teria fugido em direção à comunidade da Rosalina.
Até o momento, ninguém foi preso. Mais detalhes no decorrer do dia.

"A sociedade sangra" diz secretário de segurança do RJ sobre mortes de Policiais

Secretário de Segurança fala sobre mortes em enterro de PM: ‘A sociedade sangra’
Roberto Sá esteve no enterro de soldado morto ao levar um tiro no rosto


Dezenas de companheiros de farda de Samir estiveram no enterro - Foto / Pedro Zuazo

RIO — O secretário de Segurança do Rio, Roberto Sá, esteve no enterro do soldado Samir da Silva Oliveira, de 37 anos, neste sábado, no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste da cidade. Ele fez questão de manifestar solidariedade à família e a todos os agentes mortos em serviço.

— Vim prestar uma homenagem a todos os policiais civis e militares que têm tombado em combate. Tenho muito orgulho dessa polícia que está sangrando. Quando a polícia sangra, a sociedade sangra. É um ataque à democracia — afirmou.

Samir morreu na noite desta sexta-feira, ao levar um tiro no rosto, depois de abordar um veículo suspeito, na Rua 24 de Maio, no Méier, Zona Norte. Dentro do carro estavam quatro criminosos armados com três pistolas e um fuzil.



FONTE: O GLOBO RJ

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Radialista Franzé Morais é assassinado em Morada Nova Ceará





A Polícia de Morada Nova registrou na tarde de hoje, 11, o assassinato do radialista Francisco José Rodrigues, 43 anos, conhecido por Franzé Rodrigues.

Segundo informações, o crime ocorreu no bairro Açude Velho, próximo a residência da mãe da vítima. O mesmo foi alvejado por disparos de arma de fogo no rosto. Em janeiro de 2011, Franzé sofreu uma tentativa de assassinato quando foi atingido por três tiros enquanto estacionava sua motocicleta dentro de casa.

A Polícia investiga se a morte de Franzé tem relação com sua atuação profissional. No whatsapp circula o áudio de uma mulher pedindo para alguém chamar a polícia.



Guarda Municipal de Fortaleza continua trabalhar sem portar arma de fogo

GMF  A Câmara de Vereadores de Fortaleza já votou e aprovou o projeto de lei que modifica a nomenclatura da histórica e atuante Guarda Municipal de Fortaleza (GMF). O projeto de autoria do vereador Márcio Cruz denomina a instituição, a partir de agora, como Guarda Civil Metropolitana de Fortaleza (GCMF). E mais: autoriza a instituição e seus integrantes a se identificarem como “Polícia”, em razão das atribuições e funções de Polícia fixadas na lei federal número 13.022, de 8 de agosto de 2014.  Prevê também que a Guarda fica autorizada a colocar a identificação visual em suas viaturas com o nome “Polícia”.  O que falta agora é o prefeito Roberto Cláudio (PDT “criar coragem” e autorizar a corporação a utilizar armas de fogo. Já passou da hora. Em tempo: de janeiro a agosto deste ano, já são cinco guardas municipais assassinados no Ceará, três deles de Fortaleza. E os três foram vítimas de latrocínio (roubo seguido de morte).


Projetos de Lei serão desengavetados visando melhorias na segurança pública do Brasil

Eunício 600A Segurança Pública, finalmente, passou a ser uma das principais pautas políticas. Após o presidente Temer determinar pessoalmente o envio de tropas das Forças Armas, da Força Nacional de Segurança e da Polícia Rodoviária Federal  ao Rio de Janeiro,  agora é a vez do Congresso Nacional se mobilizar para tirar da gaveta os projetos que visam garantir a segurança dos brasileiros e combater, de verdade, o crime organizado que se alastra pelo país.
Coube ao presidente do Senado Federal, o senador cearense Eunício Oliveira (PMDB), a iniciativa de  mobilizar seus pares a juntos iniciarem uma empreitada de votações para transformar em lei os projetos que podem ajudar o Brasil a ter mais segurança nas ruas. Cerca de 200 projetos de lei que estão parados nas Comissões de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados e no próprio Senado Federal vão ser apreciados e encaminhados à votação. Há projetos de todo tipo neste setor, desde o que prevê o fim da Lei do Estatuto do Desamamento e permite o cidadão andar armado, ao que defende a pena de morte para os autores de crimes hediondos. Do razoável ao absurdo.
Eunício já disse que a prioridade é a votação para os projetos de lei que visem o restabelecimento ou um novo patamar na Segurança Pública do País, e descartou aqueles que visam beneficiar apenas corporações. Os projetos, então, serão desengavetados. Pode ser que agora a coisa ande, pois o brasileiro não aguenta mais ser assaltado e ter familiares e amigos mortos pelas mãos de bandidos.

terça-feira, 8 de agosto de 2017

Cariocas usam aplicativos para saber onde está havendo tiroteio

Devido à escalada da violência na cidade, moradores buscam na internet informação sobre locais de confrontos armados; em um ano, foram 3.829 trocas de tiros

Os tiroteios em diversas partes do Rio de Janeiro transformaram a forma de comunicação entre moradores, que estão usando cada vez mais a internet para chamar a atenção para os conflitos no momento em que estão ocorrendo, como forma de se proteger do perigo nos deslocamentos dentro das próprias comunidades ou na volta para casa.
No Complexo do Alemão, na zona norte do Rio, o jornal Voz da Comunidade foi criado há 12 anos com o objetivo de difundir atividades ligadas à cidadania e cobrar direitos e serviços. No entanto, com o aumento da violência, os moradores passaram a usar o WhatsApp da publicação para se comunicar sobre a ocorrência dos tiroteios frequentes.
“Para o relato de morador sobre tiroteio, a gente usa o WhatsApp, até para não contaminar, porque no jornal a gente dá a notícia voltada para o serviço de cidadania e a cobertura de cidade. O Complexo do Alemão tem 13 favelas. A gente tem grupos no WhatsApp nessas 13 favelas e aí faz a transmissão. São muitas pessoas pedindo, por dia, para entrar nos grupos. As nossas redes sociais são para comunicar não só histórias positivas dentro da favela, mas também problemas sociais como lixo, casa caindo”, contou a jornalista Maria Carolina Morganti, de 25 anos, que atualmente é chefe de redação do Voz da Comunidade.
No período de 12 anos, o jornal se expandiu e passou a ser distribuído em mais 15 comunidades, como a Maré e a Cidade de Deus. Para Maria Carolina, o valor social das comunicações extrapolou para o novo meio. “A gente alerta os moradores por onde ir. A gente apura. O caveirão [carro da Polícia Militar] está lá, não vai. É muito funcional. O que está em jogo é a vida dos moradores. É um aplicativo gratuito que funciona bem”, disse.
No site Fogo Cruzado, criado para divulgar informações que servem para estudos sobre onde e quando ocorrem os tiroteios, os dados são atualizados frequentemente. O site também publica estudos feitos em parceria com a Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getulio Vargas (FGV/DAPP). Segundo a jornalista Cecília Olliveira, gestora de dados do site, além de pesquisadores ou jornalistas em busca de informação, também acessa a página quem procura saber se tem tiroteio perto de casa ou em algum lugar para onde está indo. “As pessoas estão atemorizadas. Elas realmente buscam mais informação sobre o que está acontecendo, como, onde e por quê. Tem inclusive a porta aberta para os boatos”, acrescentou.
De acordo com a jornalista, o Fogo Cruzado tem a preocupação de checar as informações que recebe para garantir a distribuição de dados de qualidade. “Temos vários filtros nas redes, em que conseguimos cruzar as informações de mais pessoas, saber se tem outras ocorrências na mesma área. Geralmente, quando há uma situação assim, várias pessoas estão falando sobre a mesma coisa”, disse. Segundo ela, o número de downloads do aplicativo tem aumentado mês a mês e já atingiu 95 mil pessoas. No Twitter, o Fogo Cruzado tem 5.834 seguidores, que são atualizados sobre a ocorrência de tiroteios.
Transtornos
Para a psicóloga e pesquisadora do Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IPUB) Herika Cristina da Silva, a violência urbana chegou a um nível tão elevado que as pessoas estão com medo exacerbado e sobressaltadas com a necessidade de colher informações sobre a ocorrência de algum evento. Ela destacou, no entanto, que a utilização dos aplicativos para esse fim pode piorar a situação. “Ao mesmo tempo em que pode ajudar a sair de uma situação de violência, acaba levando a pessoa a ficar cada vez mais exposta ao conhecimento dessas situações. Pode ajudar a aumentar o nosso medo e essa sensação de vulnerabilidade e de insegurança, porque a pessoa se expõe a mais situações.”
Na visão da psicóloga, o impacto da violência urbana, em geral, na saúde mental das pessoas tem sido comprovado em estudos. Pesquisas mostram que o aumento da violência interpessoal tem potencial maior para causar Transtorno de Estresse Pós-traumático (TEPT). “O aumento da violência no Rio de Janeiro, nos últimos tempos, vai ter impacto muito grande, já que a violência urbana afeta a vida das pessoas até mais que outros traumas. Então, há um aumento dos transtornos pós-traumáticos nos moradores, que são desencadeados por eventos traumáticos, mas também transtornos de ansiedade e depressão”, contou.

Com informações da revista VEJA


segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Homem é preso após abusar sexualmente de uma criança de 5 anos em São Benedito Ceará





Neste domingo (06), por volta de 17h00 no Sítio Juçara na Zona Rural de São Benedito foi preso o indivíduo ANTÔNIO FRANCISCO CHAVES, 38 anos. O mesmo foi flagrado pelos pais de uma criança de apenas 5 anos de idade, quando passava as mãos nas partes intimas da vítima.

Os Policiais do Pelotão de São Benedito foram acionados e uma equipe sob o Comando do Sgt Cruz, compareceu ao local e fez a prisão do infrator. Antônio Fco Chaves, foi conduzido para Delegacia Regional de Polícia Civil de Tianguá, onde foi apresentado ao Delegado Titular Dr. Miguel, e depois autuado por crime de estupro de vulnerável (artigo 217 A do CPB), ficando a disposição da Justiça. Inquérito Nº 560-542/2017
.

sábado, 5 de agosto de 2017

Ex PM acusado de matar Bruce Cristian morre atropelado em Fortaleza



Ex-policial foi atropelado por um ônibus na Av. Domingos Olímpio (Foto: Reprodução/TVM)

O ex-policial militar Yuri da Silveira Alves Batista, acusado de matar o adolescente Bruce Cristian Souza Oliveira, morreu atropelado por um ônibus neste sábado (5) na Avenida Domingos Olímpio, em Fortaleza. Yuri havia sido expulso da PM em novembro de 2010, acusado de atirar e matar o jovem de 14 anos que estava na garupa da moto do pai. A informação sobre a morte do ex-agente de segurança foi confirmada por um familiar.

Yuri da Silveira foi atropelado quando realizava compras em um frigorífico na Avenida Domingos Olímpio. Ele se desequilibrou, caiu na faixa exclusiva para ônibus e foi atropelado. O homem morreu na hora.

O ex-agente ficou conhecido pela morte do jovem Bruce Cristian, no dia 25 de julho de 2010, durante uma abordagem policial no cruzamento da avenida Desembargador Moreira com a rua Padre Valdevino. A vítima estava na garupa da moto do pai quando foi atingida na cabeça por um tiro disparado pelo então PM.





Jovem de 14 anos foi atingido quando estava na garupa da moto do pai. Policial disse na ocasião que só percebeu depois que havia atingido alguém. (Foto: Família/Arquivo pessoal)

Após o caso, o ex-policial foi expulso da PM em novembro de 2010. Ele foi indiciado por homicídio duplamente qualificado (motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima) e lesão corporal contra o pai do adolescente.

Segundo o Ministério Público do Ceará, a morte do adolescente decorreu de ação imprudente e precipitada por parte do ex-policial, que atuava no Ronda do Quarteirão. À época, a defesa sustentou não ter havido conduta dolosa por parte do acusado.

O Estado do Ceará foi condenado a pagar pensão à família do adolescente morto durante a abordagem da PM. A Justiça determinou o pagamento de 2/3 do valor do salário mínimo aos pais da vítima até a data em que Bruce completaria 25 anos de idade. Passado esse período, o valor da indenização será corrigido para 1/3 do salário mínimo, até o dia em que o jovem 
completaria 65 anos.


sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Tenente acusado de matar namorada é expulso do exército



José Ricardo da Silva Neto foi indiciado por homicídio consumado triplamente qualificado contra sua namorada, a estudante Iarla Barbosa, e por duplo homicídio tentado qualificado.

José Ricardo da Silva Neto, 22 anos, indiciado pelo assassinato da namorada, a estudante Iarla Barbosa, e por ferir a irmã e amiga da vítima, no dia 19 de junho na Av. Nossa Senhora de Fátima, na zona Leste da Capital, perdeu a patente de tenente do Exército e será encaminhado para o sistema prisional. A transferência já foi solicitada.

O promotor de Justiça, Ubiraci Rocha, afirma que José Ricardo ficará sob custódia do Exército até o próximo dia 05. “Nós recebemos um comunicado do Exército essa semana no sentido de que houve uma revogação da permanência do tenente das fileiras da instituição. Então até o dia 05 deste mês ele ainda estará sob custódia do 2° BEC e a partir daí, como já foi decidido pelo Exército e já há uma decisão da justiça local para que ele seja encaminhado para o sistema prisional. Certamente ele irá ou para Casa de Custódia ou Penitenciária de Altos, onde permanecerá à disposição da justiça”, afirmou.

Promotor de Justiça Ubiraci Rocha (Crédito: Rede Meio Norte)

Promotor de Justiça Ubiraci Rocha (Crédito: Rede Meio Norte)

Conforme o promotor, A 14ª Promotoria de Justiça, do Núcleo do Tribunal do Júri, ofereceu denúncia contra o tenente por homicídio consumado triplamente qualificado e por duplo homicídio tentado qualificado.

“O Ministério Público Estadual denunciou o tenente por homicídio qualificado, com motivação fútil que impossibilidade de defesa da vítima e feminicídio, que é o centro da nossa denúncia. Em relação as demais vítimas que não foram a óbito, felizmente, ele responde por homicídio duplamente qualificado, porque houve impossibilidade de defesa e também pela qualificadora do feminicídio”, acrescentou.

Segundo Ubiraci, a pena a ser estabelecida pela justiça deve ser 'pesada'. “Quando for submetido a julgamento, como se trata de concurso material, haverá uma somatória se condenado for, uma somatória para todas essas penas para se chegar a sentença final. E certamente será uma pena extremamente pesada”, explicou.

“Ele deve ir a júri popular por ter cometido um homicídio triplamente qualificado e dois duplamente qualificado. Eu não tenho nenhuma dúvida de que ele será submetido ao júri popular. Esse ano é possível fazer a instrução do processo, porque é a fase de colheita de provas, oitivas de testemunhas e pode haver recursos por parte da defesa. A primeira parte, entretanto, será concluída até o final do ano”, finalizou.

FONTE: MEIO NORTE 

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Mês de julho termina com 479 homicídios no Ceará





O mês de julho terminou nesta segunda-feira (31) com novos números negativos para a estatística da Segurança Pública do Ceará. Nada menos, que 479 pessoas foram assassinadas no estado em apenas 31 dias, numa média de 12,2 homicídios por dia, ou um a cada duas horas. Na comparação com julho de 2016, quando 255 homicídios foram registrados, o Ceará sofreu um aumento de 87,8 por cento nos Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs). No acumulado do ano, já são 2.778 homicídios no Ceará. No mesmo período de 2016, foram 1.998, aumento de 39 por cento.

Fortaleza (Capital) registrou o maior número de crimes de morte no mês de julho. Foram 180 casos, numa média diária de 5,8 assassinatos, uma pessoa morta a cada quatro horas.

Já a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) contabilizou 134 homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, com as cidades mais violentas permanecendo no topo da lista: Maracanaú, Caucaia, Eusébio, Maranguape, Pacajus, Itaitinga, Aquiraz, Pacatuba e Horizonte. As que apresentam menores índices são: Pindoretama, Guaiúba, Chorozinho, Cascavel e São Gonçalo do Amarante.

Interior

O Interior registrou 165 assassinatos durante todo o mês de julho, com os maiores índices em cidades como Juazeiro do Norte, Sobral Limoeiro do Norte, Russas, Paraipaba, Tabuleiro do Norte. Em Paraipaba (a 115 Km de Fortaleza), foi registrada uma chacina na noite do dia 19, resultando no assassinato de quatro pessoas: Rodrigo Araújo dos Santos, 23 anos; Klayver Braga de Almeida, adolescente de 16 anos; Felipe de Sousa Oliveira e Rangel Pereira Batista.

Sistema Prisional

No Sistema Penitenciário, pelo menos, oito presos foram assassinados em julho: José Valdeis Férrer de Oliveira (Penitenciária de Pacatuba), Willamy Rocha Castro (CPPL em Itaitinga), Jeimisson Cardoso Soares (CPPL, Itaitinga), Francisco Rogério Soares Pereira (Penitenciária Regional/PIRS, em Sobral), Francisco César Nildo Feitosa de Andrade (CPPL, em Itaitinga), preso sem identificação (cadeia Pública de Maracanaú), detento não identificado (Cadeia Pública de Uruburetama), além de Cícero Enrique Cordeiro (Cadeia Pública de Iguatu).

Mortos pela Polícia

Pelo menos, 16 pessoas morreram em julho no Ceará em confronto com a Polícia, o que caracteriza mortes por intervenção policial. Seis delas tombaram num confronto com a PM na manhã do último dia 30 em Aracati. Outras três morreram numa troca de tiros com policiais civis (Delegacia de Roubos e Furtos/DRF) na tarde do dia 11, durante uma tentativa de assalto a um carro-forte no bairro Parque São José, em Fortaleza. Dois homens tombaram sem vida numa troca de tiros com policiais do Batalhão Raio na estrada que liga as cidades de Quixadá e Morada Nova, na tarde do dia 16.

Foram registradas mortes em confrontos policiais também em Camocim (dia 8), Aquiraz (dia 16), Chorozinho (dia 15); e em Fortaleza nos bairros Álvaro Weyne (dia 18) e Bom Jardim (dia 27).

Mulheres mortas

Nada menos, que 33 mulheres foram assassinadas no Ceará em julho, mês que apresentou o maior número de feminicídios no estado, sendo 10 casos em Fortaleza, 12 na região Metropolitana e mais 11 casos no Interior do estado. No acumulado do ano, já são 159 vítimas de assassinatos.

Fernando Ribeiro

Ce: Líder político é assassinado com 13 tiros de escopeta calibre 12 em São João do Jaguaribe



Anthony Kennedy sofreu uma emboscada na manhã de hoje quando saía de casa e foi executado com tiros de escopeta. Polícia não sabe, ainda, se o crime teve motivação política.

Anthony Kennedy foi executado a tiros de escopeta por volta de 6 horas de hoje

Mais um político é assassinado no Município de São João do Jaguaribe (a 220Km de Fortaleza), o terceiro em apenas sete meses. No começo da manhã desta quarta-feira (2), pistoleiros mataram com tiros de escopeta calibre 12 o produtor rural e líder político daquele Município, Anthony Kennedy Chaves Marques, 45 anos, que foi candidato a prefeito nas eleições em 2012.

O crime ocorreu por volta de 6 horas, no momento em que Kennedy seguia de casa, pilotando sua motocicleta, para o Centro da cidade. O fato ocorreu no bairro Bela Vista e, conforme o relato de testemunhas, a vítima foi atacada por dois homens que estavam em outra moto. O garupeiro estava armado com uma escopeta e disparou cerca de 13 tiros. Kennedy morreu na hora.

Os assassinos fugiram sem deixar pistas e agora estão sendo caçados pela Polícia naquela região. Uma equipe de inspetores da Delegacia Regional de Polícia Civil de Russas foi acionada para ir até àquele Município iniciar os primeiros levantamentos de pistas sobre os assassinos e a motivação do crime de morte.  O delegado-regional de Russas, Bruno Silva, deverá instaurar inquérito a respeito do caso ainda nesta quarta-feira.

*Capacetes*

A Polícia não sabe, ainda, se o crime de pistolagem teve motivação política. A princípio, foi descartada a hipótese de um latrocínio, já que os criminosos nada levaram da vítima.  No local do assassinato as pessoas ouvidas disseram que os criminosos estavam de capacete e, portanto, na os reconheceram.

Nas eleições de 2012, Kennedy Chaves foi candidato ao cargo de prefeito de São João do Jaguaribe pela coligação “São João de Cara Nova”, que reuniu três partidos (PV, PTC e PCdoB), obteve 773 votos e acabou sendo derrotado nas urnas.

*Políticos mortos*

No ano passado, dois políticos foram assassinados em São João do Jaguaribe. Um deles era presidente da Câmara de Vereadores. Veja os casos:

(5 de setembro/2016) – O  vereador e candidato à reeleição José Elbio de Almeida Chaves, 39 anos, o “Elbinho”, filiado ao PPS, é morto, a tiros de escopeta calibre 12 e pistolas,  por pistoleiros na cidade de São João do Jaguaribe. A Polícia desconfia de que o crime foi motivado por disputa política.

(27 de dezembro/2016) – O vereador e presidente da Câmara Municipal de São João do Jaguaribe, Francisco Anaílde Chaves (PDT), é assassinado por pistoleiros.

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Jovem é assassinado e em seguida decaptado em Nova Russas Ceará

 
 Um fato macabro aconteceu na cidade de Nova Russas, nesta terça-feira (01/08), na cidade de Nova Russas, quando um jovem foi assassinado e teve sua cabeça decepada.

Era por volta de meio dia quando a Polícia Militar recebeu uma ligação dando conta de que um corpo havia sido encontrado dentro do cemitério da cidade de Nova Russas (CE).

A vitima do homicídio foi identificado como sendo o jovem de 19 anos, Luiz Mendes da Silva Neto, vulgo "Luizinho", residente no bairro São Francisco em Nova Russas. Em entrevista o sargento Israel, relatou que o corpo da vítima foi encontrado já em estado de decomposição o que leva a PM acreditar que a vitima possa ter sido morta durante a madrugada.

Ainda segundo a PM a vitima teve a cabeça decepada, sendo que o corpo foi embrulhado em uma rede e depois jogado dentro do cemitério. O pai da vítima, disse para a polícia que seu filho era envolvido com drogas e com pessoas ligadas ao Comando Vermelho.

O rabecão foi acionado e o corpo do jovem foi encaminhado ao IML para ser necropsiado. Quanto a motivação do crime e sua autoria ainda é desconhecida. A Polícia Militar realiza diligências em busca de identificar e prender os autores do hediondo crime.

Final de semana foram verificados 43 homicídios no Ceará

A violência deixou, ao menos, 43 pessoas mortas no fim de semana, conforme um balanço parcial do período.  No intervalo entra a última sexta-feira (28) e o começo da madrugada de hoje (31), as autoridades da Segurança Pública registrado em todo o estado 39 casos de homicídios e mais quatro mortes em acidentes de trânsito.
O Município de Aracati, no Litoral Leste do estado, foi palco de um cofronto entre a Polícia e uma quadrilha de bandidos fortemente armados. O fato ocorreu neste domingo (30) e terminou com a morte de cinco criminosos e na prisão em flagrante de outros dois. Além disso, a Polícia Militar apreendeu o arsenal da quadrilha (pistolas e um rifle, munição), além de um carro clonado.
A operação ocorreu após o bando desobedecer a uma ordem de parada e trocou tiros com a PM j[á fora da cidade, na localidade conhecida por Volta. O bando se entrincheirou na mata nas margens do Rio Jaguaribe e enfrentou a PM. Reforços de várias cidades próximas e um helicóptero da Capital foram enviados a Aracati para o apoio às equipes locais. No final, cinco bandidos estavam mortos.
Fim de semana
Em Fortaleza, foram registrados, pelo menos, 11 casos de assassinatos no fim de semana, nos seguintes bairros: Barra do Ceará (duplo), Bom Jardim (2 casos), Água Fria, Vicente Pinzón, Conjunto Palmeiras, Jangurussu, Praia de Iracema (2) e Conjunto Ceará.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram registrados nove assassinatos nos seguintes Municípios: Caucaia (2), Pacajus (2), Maracanaú(2), Aquiraz, Horizonte  e Chorozinho.
No Interior Norte do Estado nove homicídios ocorreram nos seguintes Municípios: Novo Oriente (dois casos), Ipu (dois casos), Sobral, Canindé, Ipueiras, Santa Quitéria e Nova Russas. 
No Interior Sul foram 10 casos de homicídio no fim de semana, nos municípios a seguir: Iguatu (3), Campos Sales, Granjeiro e Aracati (5 mortos).
Acidentes
Quatro pessoas morreram em acidentes de trânsito. Duas delas sofreram queda de moto e a terceiro foi vítima de atropelamento. Os casos ocorreram nos Municípios de Pedra Branca, Quixeramobim, Sobral e Quixadá.

FONTE: BLOG DO FERNANDO RIBEIRO